A Pedagogia da Graça

“Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos, para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos no presente mundo sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo todo seu, zeloso de boas obras”.                                                                                (Carta de Paulo a Tito 2.11-14)

Graça Infinita, inefável, irresistível. Somos confortados pela mensagem do Evangelho, que nos mostra essa maravilhosa graça de Deus, que a nós se revelou.

O texto bíblico inspirado nos afirma que a GRAÇA de Deus se revela salvadora. Enquanto perdidos em nossos delitos e pecados, fracassos e enganos, a graça nos encontra e resgata, pondo-nos em condição de liberdade e segurança.

A graça também se revela universal. Em Cristo, todos são convidados e instados a experimentar a graça, reconciliando-se com aquele que, em Cristo, reconciliou consigo o mundo, atraindo a Si todas as coisas, no céu e na terra.

Aprendemos ainda que a graça se revela educadora, ensinando-nos pelo modelo de Cristo, e capacitando-nos pela sua vida em nós, a viver a nossa humanidade, renunciando ao hedonismo, auto-glorificação e a todo espírito de religiosidade.

Ainda, a graça nos constrange à uma vida esperançosa.  Se a nossa esperança em Cristo se limitasse ao presente estado de coisas, seríamos os mais miseráveis dos homens. Pela graça, em Cristo, a ressurreição futura é um fato consumado. Em Cristo já estamos ressuscitados, mas ainda não em sua plenitude. Nossa carne mortal há de se revestir de imortalidade e na ressurreição final, “quando Ele vier, seremos semelhantes a Cristo”.

Vivamos hoje, pois, exclusivamente para Ele. Para quem ou para onde iremos, senão para o autor e consumador da nossa fé? Olharemos para Jesus, porque a sua “graça é melhor que a vida”!

Valmir Brisola