Valeu a Pena?

  Estava conversando com alguém sobre o trabalho Manchineri. Naquela época tinha apenas duas pessoas convertidas depois de mais de dez anos servindo o povo e ensinando a Palavra de Deus.

 Esta pessoa me perguntou:  “Valeu a pena”? Às vezes passando coisas difíceis também fiz esta mesma pergunta a mim e a Deus:

Vale a pena

quando meus filhos estavam saindo de avião para passar quatro meses fora de casa estudando na escola e eu ficava chorando?

quando eu estava longe da minha família e sentia muitas saudades?

quando não tinha todos aqueles confortos com que estava acostumada?

quando não entendia a cultura deles e queria voltar para a minha cultura onde eu sabia agir sem pensar?

quando parecia que NUNCA iria aprender este idioma e poder comunicar com o povo?

quando tinha epidemias de coqueluche, poliomielites, e gripes fortes e até morte na aldeia?

quando parecia que ninguém (do povo manchineri) estava participando dos cultos?

quando tinha boatos sobre missionários e denúncias?

 Naquele momento quando alguém me fez aquela pergunta, depois de pensar, respondi: “Sim, mesmo se tivesse somente UMA única pessoa fazendo a decisão de aceitar a Cristo, valeu a pena”.

Mais tarde fiquei pensando sobre esta pergunta. Eu não sabia como seriam os resultados do trabalho Manchineri e às vezes passei dias difíceis sem respostas das minhas perguntas a Deus. Mas eu queria fazer a vontade dele. Eu não sabia o que Deus ia fazer, mas eu tinha certeza que Ele queria isto para a minha vida. Tinha que deixar os resultados com Ele.

E agora, anos depois, vendo os resultados, responda comigo – Valeu a pena

Teresa Rich, missionária da MNTB, que atuou juntamente com o seu esposo Pedro Rich entre os Manchineri .